quinta-feira, 2 de outubro de 2008

A fita métrica do amor

Acho que estou medindo o "tamanho" das pessoas ultimamente, e , devido a isso, gostei e me identifiquei tanto com o texto abaixo, da Martha Medeiros...

"Como se mede uma pessoa?
Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento.

Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu,
quando trata você com carinho e respeito,
quando olha nos olhos e sorri destravado.
É pequena pra você quando só pensa em si mesma,
quando se comporta de uma maneira pouco gentil,
quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar
o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.
Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida,
quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto.
É pequena quando desvia do assunto.
Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende,
quando se coloca no lugar do outro,
quando age não de acordo com o que esperam dela,
mas de acordo com o que espera de si mesma.
Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.
Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento,
pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas:
será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições?
Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande.
Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.
É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros,
mas de ações e reações, de expectativas e frustrações.
Uma pessoa é única ao estender a mão,
e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma.
O egoísmo unifica os insignificantes.
Não é a altura, nem o peso,
nem os músculos que tornam uma pessoa grande.
É a sua sensibilidade sem tamanho. "

(Martha Medeiros)

*Selinhos*
Ganhei esse selinho Do Jime

Ganhei esse selinho da Tata e da Luci


Brigadaaaa!!!
Repasso os selinhos para:
Sammyra - Borboleteando;
Soninha - 1000 passos para algum lugar;
Jú - Simples Assim.
Beeeeijos para todos!!

14 comentários:

Dora disse...

Olá, Carol! Lindo o texto. E eu concordo com ele. As pessoas não têm o mesmo tamanho aos nossos olhos. Depende muito da intensidade com que se envolvem com a gente. Envolver-se e criar laços dá trabalho. E muita gente prefere a frieza comodidade do individualismo, a ter que regar, cultivar a plantinha da amizade e do amor.
Um cheiro bem grande.

Dois Rios disse...

Carol,

Todos nós temos nossas miudezas e grandezas, portanto temos que aprender administrar as miudezas dos que nos cercam.

Martha Medeiros está certíssima quando diz que é difícil convivermos com essa elasticidade.

Beijo,
Inês

Lucí disse...

Amei o texto, lindo..até me emocionei, ainda não o conhecia.

Sabe eu tbm sem querer acabo medindo as pessoas..umas eu gosto mais..outras menos.. nem sei por que e de uma para outra alguem que era importante deixa de ser.. e aquela que nao era tanto..passa ter uma extrema importancia..

Lindo mesmo, me fez refletir..
Bjo.. cuide-se..

Youko Watanabe disse...

Oi Carol..

A "medida" que temos das pessoas é aquelas que vemos pelas suas atitudes, pelo que esperamos delas.
Talvez seja nosso maior erro esperar tanto das pessoas e ver q no fundo as nossas expectativas q eram muitas.

beijo ;)

Biana França disse...

Carol, que texto lindo, adorei!!!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Olá amiga!

Lindo.

Carol gostaria de pedir um favor pra ti: tenho dois selos pra repassar,mas gostaria de fazer assim como vc fez,fazer um post e logo em seguida repassar os selos,mas amiga acredite,não sei como fazer tudo numa mesma postagem.
Posso contar com sua ajuda?
Um gde abraço.

beijooo.

Jully disse...

Carol, lindo, lindo, lindo esse texto.. retrata a realidade de como vemos as pessoas... lamentável... rsrs...
Obrigadaaaaaa mesmo pelos selinhos, AMEI!! Vou colocar lá no blog rapidinho, já que vi apenas hoje.
Bjoooo enorme pra vc, aqui da Tesoura... kkkkkkkkkkkkk

Jully disse...

Carol, lindo, lindo, lindo esse texto.. retrata a realidade de como vemos as pessoas... lamentável... rsrs...
Obrigadaaaaaa mesmo pelos selinhos, AMEI!! Vou colocar lá no blog rapidinho, já que vi apenas hoje.
Bjoooo enorme pra vc, aqui da Tesoura... kkkkkkkkkkkkk

Pelos caminhos da vida. disse...

Olá amiga!

Obrigada pela ajuda,ainda não fiz,caso não consiga,corro aqui pedir SOS pra ti.

beijooo.

SGi/Sonia disse...

Vamos ao que interessa, que eu tô velha não é segredo, é só ver como eu sou nostalgica, um pé cá e o corpo lá.
Tudo bem que eu tô numa gripe desgracenta, dessas que deixam a sensação de falar pra dentro sabe???
Mas juro que eu achei que já tivesse comentado por aqui, que eu já tivesse agradecido os selinhos(vou pegar todos e o debaixo também heheheh), daí pensei, vou organizar minha bagunça e descobri que não havia pego os selinhos, descobri o pior que nem havia AGRADECIDO, ô coisa feia...
Obrigada bonitona.
é por pessoas como você que fica uma delícia passear nesses jardins, também tem presentinho pra você lá no blog dos meninos ok?

Beijins com Felicidades:)

Tata disse...

Oi Carolzinha!

Martha Medeiros é Maravilhosa....

E vc escolheu um dos texto que eu mais gosto!!!!!

Simplismente DIVINO seu post!

bjinhos

iVAN disse...

Terceiro texto da martha que leio hoje em blogs?
O que será isso?

Seja lá o que for, é bom demais.

Pelos caminhos da vida. disse...

Voltei!!

Tem selinho lá pra vc.

beijooo.

Sammyra Santana disse...

esse texto é lindo! adooooooooro a Martha!
o finalzinho do texto então... realmente, fechou com chave de ouro! é a sensibilidade da pessoa que a torna grande!
vc é uma pessoa grande, viu, Carol? Acredite!
Beijinhos!

ps.: dessa vez não tenho os selinhos! eba! e adorei! próximo post eles aparecerão lá! =D