sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Eu seria infeliz se fosse feliz

"Estranha personagem essa que vos fala;
figurinha esquecida nos quadrinhos ainda descoloridos...
Aqui está,
mas sente não fazer parte desta época,
se é, que de algum tempo já pertenceu.
Conhece-me, ou melhor, tenta entender-me;
quão profundo procuras atingir meu mais sublime pensamento.
Em um vôo raso não conseguirás chegar à minha alma;
ela flutua em lugares inatingíveis...
Muitos não entendem, todos não entendem,
mas existo,
inexplicavelmente, existo.
E sabes, e como sabes,
que eu seria infeliz se fosse feliz."
(Caroline Marques)

Já faz um tempo que escrevi isso. Mais precisamente, escrevi dia 02 de Outubro de 2003, às 20:38. Eu poderia estar diferente...afinal de contas, já se passaram quase cinco anos. Mas ainda me identifico muito com o que eu sentia nessa época...

3 comentários:

Gabryella disse...

Profundo hein amiga!
Muito bonito!
Gostei! Bastante!
Quem vê aquela menininha engraçada que eu conheço, que é tão muleca, que só falta matar a gente de tanto rir; pode até nem imaginar que ela tenha tantos sentimentos assim, como esses do teu texto.
É por isso que te chamam de INTENSA! ;D
Amo você por demais!

July disse...

Eita Amiga Poetisa!!!
Lembro de ter lido esses versos a algum tempo...mas isso já tem 5 anos??? Valha!!!
AMO TU!
Bjão

Sammyra Santana disse...

eita Carol... mas me diz, vc é feliz sendo infeliz? de verdade?
ainda é tempo!
Beeijo